Saúde

Remédio Caseiro Para Coceira Vaginal – Receita, Como Aplicar e Benefícios

Problemas com coceira vaginal? Aprenda a fazer esse remédio caseiro que poderá te ajudar. A seguir, veja como prepara-lo e como aplica-lo, além de informamos quais são seus outros benefícios.

A maioria das mulheres sofrem com coceira vaginal, ela pode ter causas comuns, como o uso de presto barbas ou formas de depilação não compatíveis com a sua pele, ou como também pode ser causada por doenças mais graves, como a candidíase. Na candidíase, a coceira não é só externa, é interna também, além de vir como acompanhamento corrimento do tipo branco com/sem mal odor e dor ao urinar. Temos um remédio caseiro que poderá te ajudar nesses dois tipos de coceira vaginal, seja ela pós uma depilação ou causada pela candidíase. Se interessou, gostaria de saber como fazer e como aplicar? Veja tudo isso em nosso post, por isso, não deixe de ler até o final.

Receita do Remédio Caseiro

Ingredientes:

  • 375 ml de água
  • 2 colheres de tomilho
  • 1 colher de alecrim
  • 1 colher de sálvia seca

Modo de Preparo:

Primeiro, ferva a água. Depois que a água estiver fervida, acrescente as ervas e deixe descansar durante 20 minutos. Em seguida, coe e aplique.

Como Aplicar o Remédio Caseiro

Na região íntima limpa e seca, aplique o remédio caseiro. Com o auxílio de um algodão, o mergulhe dentro do remédio e passe em toda a região da vagina, internamente e externamente, fazendo movimentos circulares. Feito isso, deixe agir durante pelo menos 30 minutos. Passando o tempo, enxague bem e seque com alguma toalha macia. Repita o processo 2 vezes no dia.

Benefícios do Remédio Caseiro

A sálvia possui efeito calmante, age como um lubrificante natural nos tecidos internos, estimula o fluxo menstrual que esteja atrasado, ajudando então a limpar o organismo, auxilia no desequilíbrio de estrógeno, trata sintomas da menopausa e reduz a profusão de suor, além de combater doenças inflamatórias. O alecrim, trata flacidez da musculatura vaginal, ou seja, vai recuperar a sua elasticidade natural e é anti-inflamatório. Já o tomilho combate e protege contra a candidíase, detém fungos e também é anti-inflamatório.

Esperamos que tenham gostado. Agradecemos a sua visita!

Autoria: Andreza Correa

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.